Navegar para Cima
Iniciar sessão
Portal da Educação dos Açores > Alunos > Exames e Provas > Calendário Geral de Provas do Ensino Básico e Exames do Ensino Secundário - 2013 - Alteração das datas de realização das provas finais de Matemática dos 2.º e 3.º ciclos
Calendário Geral de Provas do Ensino Básico e Exames do Ensino Secundário - 2013 - Alteração das datas de realização das provas finais de Matemática dos 2.º e 3.º ciclos
quinta-feira, 20 de Junho de 2013

​  

 

 

Provas Finais  do 4.º ano de escolaridade    (ver calendário)
 
As provas finais do 1.º ciclo aplicadas ao 4º ano de escolaridade realizam -se:
 
1.ª Fase:
Português - 7 de maio de 2013;
Matemática - 10 de maio de 2013.
 2.ª Fase:
Português - 9 de julho de 2013;
Matemática - 12 de julho de 2013.
 
 Provas de Equivalência à Frequência do 1.º ciclo do Ensino Básico (agendadas pelas escolas)
1.ª Fase - 6 a 10 de maio de 2013;
2.ª Fase - 8 a 12 de julho de 2013.
 
 
Provas Finais de Português e Matemática dos 2.º e 3.º ciclos do Ensino Básico    (ver calendário 2.º ciclo e 3.º ciclo) Alterado
 
Realizam -se numa fase única com duas chamadas, nas seguintes datas:
 
1.ª chamada (obrigatória) - 17, 20 e 26 de junho de 2013;
2.ª chamada (situações excecionais) - 2, 5 e 16 de julho de 2013.
 
Provas de Equivalência à Frequência dos 2.º e 3.º ciclos do Ensino Básico, realizam-se em duas fases (agendadas pelas escolas)
1.ª Fase - 17 a 28 de junho de 2013;
2.ª Fase - 25 a 30 de julho de 2013.
 
 
Exames Finais Nacionais e Provas de Equivalência à Frequência do Ensino Secundário   (ver calendário)
 
Têm lugar em duas fases a ocorrerem em junho e julho e realizam -se nos seguintes períodos:
 
1.ª Fase - de 17 a 26 de junho de 2013;
2.ª Fase - de 16 a 18 de julho de 2013.
 
 
A 1.ª fase dos exames finais nacionais dos 11.º e 12.º anos de escolaridade tem caráter obrigatório para todos os alunos;
 
Os alunos internos e autopropostos que faltarem à 1.ª fase dos exames finais nacionais não são admitidos à 2.ª fase;
 
Os alunos que realizaram provas na 1.ª fase podem ser admitidos à 2.ª fase dos exames finais nacionais desde que:
a) Não tenham obtido aprovação nas disciplinas em que realizaram exames finais nacionais na 1.ª fase - inscrição automática na 2.ª fase;
b) Pretendam realizar melhoria de classificação em qualquer disciplina realizada na 1.ª fase, no mesmo ano letivo - inscrição obrigatória na 2.ª fase.
Os exames de equivalência à frequência são agendados pelas escolas.